O meio de um começo para apenas iniciar

O que os grandes homens buscam é o sucesso, sem titubear diante as dificuldades impostas.

Todos com sua forma de busca, seja ela correta ou não. Daí as diferenças entres os grandes homens de valores e apenas “grandes” homens.

Mas não é isso que quero ressaltar aqui, e sim como chegar lá.

O esforço de grandes homens nem sempre é recompensado nas primeiras ocasiões, talvez, propositalmente, para que a vida teste-o e que  ele prove que realmente é um grande homem e não desistirá de seus sonhos.

Um grande sonho é formado por pequenas conquistas. Essas pequenas conquistas quando alcançadas tornam-se de imensa satisfação ao homem que tendo feito as mesmas de uma forma invejavel à ele msm tem-se a felicidade de um pequeno sucesso.

Nesta hora que vemos quem são os verdadeiros grandes homens novamente. A conformidade do pequeno sucesso aflinge os homens, fazendo os mesmos se acomodarem com o pequeno feito e consequentemente esquecendo o foco maior que ele teria antes. Os grandes homens, diferentemente, nunca se acomodam com suas pequenas conquistas. Pois são destas pequenas conquistas, que outros criticam ou veem uma forma insuficiente, o grande homem as transforma em grande aprendizado de melhoria.

Com tantas pequenas conquistas feitas e também não feitas, o grande homem se estrutura de uma tal forma concreta, pois ele nunca esqueceu o foco de antes. Estes grandes homens também nunca esqueceram de quem os ajudou, apoiou e deram força a ele quando mais precisava. E de alguma forma, se já não retribuiram, os grandes homens retribuirão os mesmos.

Os grandes homens de valores se diferenciam dos “grandes” homens por um simples fato, porém não menos importante, de como tratar as pessoas. Homens de valores conseguem aprender com as pessoas e de forma honesta ser mais copetente que elas enquanto os outros “grandes” homens usam de artimanhas para rebaixar as pessoas de tal forma que sua evolução não é tanta mas ele está por cima por ter colacado os outros abaixo.

Mas afinal quem sou eu, que não sirvo de exemplo à ninguém, para julgar e diferenciar tanto os homens?

Apenas um “filósofo” do século moderno onde está passando pela metade de um começo confuso de uma ideia para iniciar a estrutura de um grande homem onde sempre estarei satisfeito e feliz com os meus resultados e o de pessoas importantes para mim, buscando sempre melhorar independetemente dos resultados, focado e otimista, pois não posso ser um grande homem, mas serei um homem de valores.

“Caimos para aprendemos a levantar. Levantamos para correr o risco de cair novamente. E com esse ciclo, aprendemos que ninguém pode lhe impedir dos seus objetivos, a não ser nós mesmos.” (Marcelósofo)

Anúncios

~ por marcelosofo em 23/10/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: