Definir o sentir

Definir algo tão complexo é extremamente difícil.

Vou tentar definir de modos diferentes, por exemplo, sentir dor. Sente-se dor por bater a cabeça no armário. Sente-se dor quando alguém te machuca, mas por dentro…

Sentir é tão complexo que tem duas definições na mesma ação, que é o caso de sentir dor. E consegue se confundir mais coisas.

Sentir falta e sentir saudades. Sentir falta pode ser de algo ou de alguém mas, ao meu ponto de vista, mais específico. Sinto falta daquele quadro que se quebrou que deixava minha casa tão bela da mesma forma que sinto falta daquele modo que ela ficou brava quando o quadro se quebrou. E já vejo a saudade como algo mais amplo. Sinto saudades daquele tempo, daquela pessoa, daqueles amigos que eu tanto gostava.

Semelhante e confuso, mas como já citado, sentir é muito complexo. Outro exemplo semelhante de sentir coisas.

Atração, paixão e amor. Talvez os mais confusos de se sentir ou de se saber o que está sentindo. Creio que todos andem juntos. Mas creio também que um sempre se realça diante os outros. Atração, se sentir atraído por o que é belo. Paixão, se apaixonar pelo o todo, o completo, ardentemente. Amor, o mais complexo, pois ama-se de todas as formas possíveis e imagináveis. Mas seja qualquer seja o modo de amar, pela complexidade de sentir o amor, é o sentir mais sincero que existe.

Falei, falei e falei e não consegui definir o sentir. Pelo contrário, apenas dexei mais confuso. Assim, chego a conclusão que não tem como se definir algo que vem do coração pela cabeça.

Anúncios

~ por marcelosofo em 11/01/2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: