Dúvida

“Ser ou não ser? Eis a questão!” Talvez seja a dúvida mais conhecida e relatada desde a época de quando foi lançada, o Renascimento.

Shakespeare conhecia bem a dúvida. Onde o próprio afirmava que a dúvida nos faz perder o que poderíamos ganhar pelo simples medo de arriscar.

Podemos afirmar que o medo de arriscar seria medo de errar?
Creio que de certa forma, sim.  Não que seja algo certo ou errado, mas Aristóteles afirmava “A dúvida é o princípio da sabedoria.”

Então como uma equação de pensamentos podemos concluir que a dúvida é um simples medo de arriscar, que pode ser medo de errar, porém é algo sábio.
Se é o sábio que duvida das coisas, os que creem são leigos? Mas os que creem duvidam de certas afirmações dos próprios sábios que duvidando tornam-se sábios.
Então todos somos sábios? Ou todos somos leigos?  Ou ainda mais, somos o que queremos ser?

Se somos o que queremos ser por que não o somos? Somos apenas dúvidas. Ora nossas, ora dos outros.

Eu como um “ser dúvida” não hesito em duvidar. Mas não posso em hesitar em buscar os sonhos, que outrora e até mesmo arestora, deixa-me em dúvida de quais caminhos seguir.

Anúncios

~ por marcelosofo em 10/09/2012.

Uma resposta to “Dúvida”

  1. Uma leitura um tanto quanto inquietante, mas sem dúvida (me contagiou, tá vendo?) resume alguns dos questionamentos que eu já fiz a mim mesma, porém nunca consegui traduzir em palavras como você.
    Parabéns pelo texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: